PT lidera lista dos mais influentes do Congresso

07/10/2003

O deputado Paulo Delgado é um dos dois únicos parlamentares juizforanos na lista dos 100 mais influentes do Congresso Nacional, divulgada em outubro, pelo Departamento Intersindical de Assessoria Interparlamentar, o Diap. Confira o desempenho dos parlamentares do PT em reportagem do Informes.

Informes do PT – www.informes.org.br

O Partido dos Trabalhadores tem 23 entre os 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional. São 18 deputados e cinco senadores os petistas considerados no novo levantamento do Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar), o décimo da série “Os Cabeças do Congresso”. De acordo com o estudo da entidade, os parlamentares que comandam o processo legislativo têm formação superior, são profissionais liberais, já cumpriram mandatos anteriores, são oriundos das regiões ricas ou dos estados ricos das regiões pobres, pertencem aos maiores partidos e se destacam como debatedores e articuladores.

O estudo é coordenado pelo jornalista e diretor da entidade, Antônio Augusto de Queiroz. O PFL é o segundo colocado na lista do Diap, com 13 deputados e seis senadores; o PMDB tem oito deputados e sete senadores; em seguida vem o PSDB, com nove deputados e cinco senadores; o PTB, com sete deputados; o PSB, com um senador e cinco deputados; o PP, o PCdoB e o PL, com quatro deputados cada; o PDT com um senador e dois deputados, e finalmente, o PPS, com um deputado.

Estados – No plano estadual, São Paulo, tem 19 deputados e dois senadores e é seguido do Rio de Janeiro, com 10 deputados. Estão empatados com nove parlamentares cada – sendo sete deputados e dois senadores – os estados de Minas Gerais, Pernambuco e Rio Grande do Sul. A Bahia possui seis deputados, dos quais três são líderes partidários, e um senador. O estado do Paraná tem cinco deputados e Goiás três. O Estado do Ceará tem três deputados e um senador; o do Amazonas, dois senadores e um deputado, enquanto o Rio Grande do Norte possui dois deputados e um senador. Com um deputado e um senador cada estão os estados do Piauí, o Distrito Federal e Mato Grosso. Com apenas um senador cada estão os estados do Acre, Amapá, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Mato Grosso do Sul.

São os seguintes os deputados do PT que constam da lista dos mais influentes do Parlamento: Arlindo Chinaglia (SP), Doutor Rosinha (PR), Fernando Ferro (PE), Henrique Fontana (RS), João Paulo Cunha (SP), presidente da Câmara, Jorge Bittar (RJ), José Pimentel (CE), Luciano Zica (SP), ouvidor parlamentar, Luiz Eduardo Greenhalgh (SP), presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Nelson Pellegrino (BA), líder da bancada, Paulo Bernardo (PR), Paulo Delgado (MG) , Paulo Rocha (PA), Professor Luizinho (SP), Sigmaringa Seixas (DF), Vicentinho (SP), Virgílio Guimarães (MG) e Walter Pinheiro (BA).

Os senadores petistas que integram a relação dos “cabeças” são Aloizio Mercadante (SP), Eduardo Suplicy (SP), Heloisa Helena (AL), Paulo Paim (RS) e Tião Viana (AC), líder da bancada no Senado.

Parlamentares em ascensão – São os seguintes os 15 deputados petistas considerados “em ascensão pelo Diap: Babá (PA), Carlito Merss (SC), Chico Alencar (RJ), Doutora Clair (PR), Eduardo Valverde (RO), Fernando Gabeira (RJ), Ivan Valente (SP), José Eduardo Cardozo (SP), Lindberg Faria (RJ), Maninha (DF), Maria do Carmo Lara (MG), Maurício Rands (PE), Mauro Passos (SC), Paulo Pimenta (RS) e Patrus Ananias (MG). As senadoras são Ana Júlia Carepa (PA) e Ideli Salvatti (SC).

Autor:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *