Conferência define fundamentos para política nacional de cultura

15/02/2005

Informes

Termina nesta sexta-feira, em Brasília, a Conferência Nacional de Cultura. Iniciativa do Ministério da Cultura, em parceria com a Comissão de Educação e Cultura (CEC) e outras entidades, os participantes discutem fundamentos para uma política pública de cultura, a ser implementada por meio do Plano Nacional de Cultura (SNC). O plano deve ser submetido pelo governo ao Congresso, na forma de projeto de lei, já no primeiro semestre de 2006, depois de um longo processo de consultas populares, que se intensificou no último ano.

Os trabalhos da conferência estão distribuídos entre várias mesas temáticas, com a participação de parlamentares da Comissão de Educação como mediadores e conferencistas. Os deputados Carlos Abicalil (PT-MS), Gilmar Machado (PT-MG) e o presidente da comissão, deputado Paulo Delgado (PT-MG), participam do evento como conferencistas. É mediador pelo PT o deputado Paulo Rubem Santiago (PT-PE). Os debates buscam aprofundar questões discutidas anteriormente, durante seminários regionais, municipais e estaduais, que elegeram os delegados à Conferência Nacional.

Paulo Delgado destacou a importância de se atentar para as muitas cadeias produtivas que concernem os processos culturais, na busca do desenvolvimento social e econômico do país. Ele considera que a cultura tem o poder de deslocar o eixo do conflito social e que, no brasil, a experiência cultural é particularmente germinativa. “Devemos, portanto, ter em vista esse imenso potencial”.

O Ministro Gilberto Gil, que participou da abertura do evento, fez amplo relato das iniciativas de sua pasta no sentido de dar à cultura um novo espaço no âmbito das políticas públicas. Ele listou projetos e programas já em funcionamento ou ainda em fase de elaboração pelo MinC, e adiantou que fará o lançamento de produtos culturais brasileiros nos Estados Unidos, no próximo mês. Ao concluir, observou que a ação do ministério busca colocar – não os artistas – mas a sociedade no centro da concepção de cultura.

A cerimônia de abertura do evento, na noite da última terça-feira, contou com a participação de ministros de Estado, parlamentares e artistas de renome nacional, como o carnavalesco Joazinho Trinta e a bailarina Gisele Santoro. Após a cerimônia, houve apresentação de show musical com o compositor e instrumentista Hermeto Pascoal e sua banda.

Voltar

Autor:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *