Seminário internacional discute política educacional brasileira

20/09/2005

Informes PT – www.informes.org.br

Começa hoje o seminário internacional Ações Afirmativas nas Políticas Educacionais Brasileiras: O Contexto Pós-Durban. O evento será promovido pelas secretarias de Educação Superior (SESu/MEC) e de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad/MEC), em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e a Comissão de Educação e Cultura da Câmara, presidida pelo deputado Paulo Delgado (PT-MG).

O encontro será no auditório Petrônio Portela, do Senado, a partir das 9h. Durante três dias os participantes do seminário vão comparar, discutir e analisar as ações políticas nacionais de igualdade racial na educação, antes e depois das medidas adotadas pelo Estado na Conferência de Durban, realizada na África em 2001, para enfrentar as desigualdades raciais no setor educacional.

Os secretários Ricardo Henriques (Secad) e Nelson Maculan (SESu), participam do seminário na abertura e nas palestras Contexto Histórico de Desenvolvimento das Ações Afirmativas no Brasil e A Igualdade que Perturba a Justiça do Mundo Moderno: O Debate Normativo sobre as Ações Afirmativas, respectivamente.

Debates – A expectativa dos organizadores do seminário, que termina na quinta-feira (22), é reunir cerca de 300 pessoas, entre especialistas, autoridades políticas, governamentais e não-governamentais para os debates, palestras e mesas-redondas.

Premiação literária – Também hoje, a Comissão de Educação, em parceria com o Serviço Social do Comércio (SESC/DF), realiza, às 18h30, no Café do Salão Verde o lançamento das coletâneas: Prêmio SESC de Contos Machado de Assis, Contos Infantis Monteiro Lobato e SESC de Poesia Carlos Drummond de Andrade. Este evento é uma das ações conjugadas na área cultural, celebrada a partir do acordo de cooperação técnica entre a comissão e o SESC/DF.

Autor:

Deixe uma resposta

 
WP-Highlight