Delgado (PT-MG) quer que governo peça arbitragem da OMC

02/05/2006

Agência Estado – Denise Madueño

Brasília – O deputado Paulo Delgado (PT-MG), integrante da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara, defendeu há pouco a idéia de que o governo chame imediatamente a Brasília o embaixador brasileiro na Bolívia, Antonino Mena Gonçalves, e peça uma arbitragem internacional da OMC para tratar do episódio envolvendo o governo boliviano e a Petrobras. “Evo Morales tem de separar contratos comerciais da retórica política”, afirmou Delgado. O deputado lembrou o Barão de Rio Branco ao classificar de “inaceitável” a ocupação militar na refinaria da Petrobras. “Evo Morales não conhece a história do Brasil. Fizemos uma negociação pacífica de fronteiras, nunca tivemos contencioso”, afirmou o deputado. “Se quer usar as Forças Armadas para mandar um recado ao Brasil, que faça pela via oficial e não simbólica”, continuou Delgado. “Ele (Morales) tem de ser adulto, da estatura de um país amigo que é a Bolívia”, completou. O deputado petista disse ainda que a decisão política do presidente boliviano não se sustenta tecnicamente porque a Bolívia não tem o conhecimento necessário para operar como a Petrobras opera no país. “É estranho essa força vocabular de usar a soberania para esconder fragilidade política e técnica”, finalizou Delgado.

Autor:

Deixe uma resposta

 
WP-Highlight